Adoradores...

Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 21.jun.2017, Hebreus 4

Visto que temos um grande Sumo Sacerdote, JESUS, FILHO de DEUS, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão.
[Hebreus 6.20; 1.2-3; 8.1; 9.24; 10.12]
Porque não temos um Sumo Sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém Um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.
[2Coríntios 5.21; João 8.46; Hebreus 7.26; 2.17-18]
Cheguemos pois com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.
[Efésios 3.12; Filipenses 4.6-7; Êxodo 25.17-22; Levítico 16.2; 1Crônicas 28.11]

[037408]

fevereiro 10, 2013

Não existem ‘igrejas’, existe a Igreja!!

[21528]

As igrejas que são mencionadas pela Palavra de Deus, referem-se as localidades, qual seja, Éfeso, Gálatas, Apocalipse, enfim, nas localidades (cidades, bairros) encontramos diversos locais de reuniões de pessoas com o intuito de viverem em comunhão e adorarem a Deus; estes locais são casas, garagens, galpões, praças, ruas... e jamais podem ter o nome de “igreja tal”, por que assim inferem contra a Palavra de Deus, e norteiam o amor de Cristo por Seus seguidores que se sujeitam ao evangelho por amor pelas almas;

Somente existe uma Igreja, a de Deus na pessoa de Seu Filho Amado que A edificou [“Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;”, Mateus 16.18], a verdadeira, orgânica, viva e real Igreja de Cristo é a “universal assembléia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus” [Hebreus 12].

Os lugares apelidados de ‘igrejas’ são fundados e criados por homens, e não jamais serão obra de Deus, são sinagogas de satanás, por que vivem de doutrinas humanas, sofisma, crendices, imposições de lideres religiosos [pastores, bispos, missionários, padres, apóstolos] que inventam coisas que enganam as pessoas, com uma santidade fingida, que não está na Palavra de Deus.

A Igreja de Cristo foi edificada pelo Filho de Deus há quase 2000 anos, entretanto, os lugares apelidados de ‘igrejas’ (igreja instituição) onde pessoas se enganam e que foram criadas e fundadas por homens não possuem a idoneidade que a Palavra de Deus requer, afinal, são obras humanas:

Luterana - Martinho Lutero - 1517 – Alemanha
Episcopal - Henrique VIll - 1534 – Inglaterra
Presbiteriana - John Knox - 1560 – Escócia
Congregacional - Robert Browne - 1580 – Inglaterra
Batista - John Smyth - 1609 – Holanda
Rosa-Cruz - Johannes V. Andreae - 1610 – Alemanha
Metodista - John Wesley - 1739 – Inglaterra
Mórmon - Joseph Smith - 1831 - Estados Unidos
Adventista - Ellen White - 1831 - Estados Unidos
Espiritismo - Irmãs Fox - 1847 - Estados Unidos
Exército da Salvação - William Booth - 1865 - Estados Unidos
Testemunha de Jeová - Charles T. Russel - 1874 - Estados Unidos
Teosofia - Helena Blavatsky - 1875 - Estados Unidos
Assembléia de Deus - Vários Pastores - 1901 - Estados Unidos
Congregação Cristão do Brasil - Luiz Francesco - 1909 – Brasil
Messiânica - Meishu-Sama - 1926 – Japão
Igreja Evangelho Quadrangular - Aimée S MacPherson - 1927 - USA
Igreja Brasileira - Carlos D. Costa - 1945 - Brasil
Cruzada Brasil para Cristo - Manoel de Mello - 1955 - Brasil
Nova Vida - Robert Mc’alister - 1961 – Brasil
Deus é Amor - David Miranda - 1962 – Brasil
Universal do Reino de Deus - Edir Macedo Bezerra - 1975 – Brasil
Internacional da Graça – RR Soares - 1980 - Brasil
Mundial – Valdemiro Santiago - 1998 - Brasil


Porque dEle e por Ele, e para Ele, são todas as coisas; glória pois, a Deus eternamente;
Nos interesses da Igreja que Cristo edificou. Amém.


fevereiro 03, 2013

Igrejas negam a realidade de Cristo

[21415]

Dia a dia, o ensino dogmático das instituições religiosas têm se mostrado aquém, abaixo, inferior à veracidade da Palavra de Deus [contida na Bíblia, ainda que com muitas traduções adulterados, pecaminosas e levianas];

Muitos evangélicos e dos que frequentam a ‘igreja instituição’ debatem sobre os pontos fundamentais de suas doutrinas religiosas, doutrinas de suas denominações, congregações ou comunidades evangélicas; discutem os dogmas, sem jamais, pela comodidade, negá-los.

Predatório, o ensino dogmático favorece o sofisma, sendo este, o ápice crucial em favor das lideranças religiosas(*) [pastores, bispos, missionários, padres, apóstolos]; afinal, a teologia tem forjado argumentos falsos, raciocínios capciosos, em normas de proceder defeituosas e degenerativas em desfavor do conhecimento bíblico de forma intencional para induzir em erros as multidões de frequentadores dos lugares apelidados de ‘igrejas’.

Desdém! É o gasto indiscriminado com o dinheiro arrecado sobre o suor alheio entreposto pela fé de pessoas simples e analfabetos bíblicos, incautos e inconstantes, meninos da fé, inclusive (pasmem) de muitos intelectuais, pessoas com estudos seculares, diplomados e estudiosos bíblicos, que contribuem de maneira cega e manipulada pelas lideranças religiosas(*), lideranças estas, discípulos natos do diabo...
... é notório que as pessoas que seguem estas corruptas lideranças religiosas(*) vão contra ao que o apóstolo Paulo nos admoestou, orientou, rogou e alertou quanto aos doutores fraudulentos da Palavra e doutrinas falsas:

Para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente” [Efésios 4].

Verdade testemunhada pela Palavra de Deus:
Todo e qualquer líder religioso que faz campanhas, pedidos, apelos, seja pessoalmente, através de patéticos programas de TV ou rádio evangélicos, estão ligados diretamente com o príncipe das trevas, o deus deste século, através da lógica irracional de que ‘ele’ cegou as mentes dos descrentes, para o não lhes resplandecer a refulgência do evangelho da glória de o Cristo, o Qual é apresentação-físico-corporal de Deus” [2Coríntios 4];

Entendam a veracidade que aqui neste texto se afirma, pois, censuramos, recriminamos e condenamos pelo entendimento da Palavra de Deus [contida na Bíblia] as trevas das mentiras dos homens religiosos em seus programas de televisão e a Cia de vários outros charlatões e mercenários religiosos...
... permito em abrir um espaço para que os charlatões da fé que manipulam programas de televisão e os lugares apelidados de ‘igrejas’, para que, se tiverem coragem, tentem me desmentir ou processar em qualquer foro, seja, religioso ou na esfera do Código Civil ou Penal (entendam, apelo aos charlatões, não os puxa-saco)!!

A hipocrisia da realidade religiosa tem vivido pela criação e fundação de lugares apelidados de ‘igreja’ (construção de templos, verdadeiros estrumes religiosos), enquanto pessoas morrem de fome, ou vivem pela miséria financiada pelos governos;

Mendigos, pobres, necessitados, toda sorte de padecentes perambulam pelas portas dos templos religiosos (evangélicos e católicos), onde é gasto milhões e milhões de reais[R$] na manutenção destas construções coroadas pelas trevas (satânica) na ignorância e engano de serem supostamente “santos”, verdadeiros antros da prostituição religiosa, na canonização, disfarçados de “ungidos”, pelo qual seus lideres zombam das pessoas que favorecem com dinheiro (contribuem, dizimam, ofertam) a estes antros pecaminosos que levam multidões ao inferno!

O sofisma, ou engano intencional, de levar pessoas ao erro em favorecer através de dízimos e ofertas na construção de templos, é negar de forma explicita ao que existe efetivamente quanto à vinda de Cristo, tabernáculo de Deus Criador.

Enfim, se não acreditam no que testemunho em amor a Deus na pessoa de nosso Senhor e Salvador, porquanto, assistam e reparem nas “caras lambidas” dos lideres evangélicos e padrecos quando pedem dinheiro em seus discursos paraninfos, de programinhas televisivos disfarçados de evangelísticos idiotas e seus convidados patéticos...
...trouxas são os que entregam suas dádivas a estes que vivem pelo estipêndio religioso, da mentira e do engano!!

Se você vive por algumas das religiões, convoque seu líder para juntos viverem a intervenção do engano de se entregar dinheiro nas mãos dos lideres (se possível):
¶ Caso eu fale as línguas dos homens e dos anjos, mas não tenha amor-caridade, tenho me tornado metal soando ou sino tinindo.
E caso eu tenha profecia, e eu tenha conhecido todos mistérios e todo conhecimento, e caso eu tenha toda fé (de maneira tal a transportar montes), mas não tenha amor-caridade, nada sou.
E se eu distribuir todos meus bens para dar de comer, e se eu entregar o meu corpo para eu vir a ser queimado, mas não tenha amor-caridade, nada recebo vantagem.
O amor-caridade é longânimo, é benigno; o amor-caridade não arde em ciúmes; o amor-caridade não se vangloria, não é-inchado-de-soberba.
Não se porta com indecência, não busca os seus próprios, não se irrita facilmente, não contabiliza o mal;
Não regozija sobre a injustiça, juntamente-regozija, porém, com a verdade; Sustenta- protege-cobre todas, crê todas, põe-a-esperança em todas, pacientemente-suporta todas.
O amor-caridade nunca acaba, mas: se profecias, serão desativados; se línguas, cessarão; se conhecimento, será desativado
” [1Corintios 13].

Muitos são os crentes que corroboram com o editor deste texto pelo entendimento em Cristo do achaque, ou padecimento habitual, defeito, imperfeição das ‘igrejas’, mas, se você, leitor, com a sua tola visão ainda precária e tosca em ser manipulado por seu líder religioso(*) que berra e fala palavras de ordem de um púlpito forjado em intrigas e aberrações, que é sem dúvidas medíocre e inferior ao Amor de Deus, Cristo; porquanto, exorto a tentar, então, ouvir as palavras do Leão da Tribo de Judá, que assim asseverar:

Quando, porém, o Filho do homem vier na Sua glória, e todos os santos anjos com Ele, então Se assentará Ele sobre trono da Sua glória;
E serão reunidas diante dEle todas as nações, e Ele os apartará uns para-longe dos outros, como o pastor aparta as ovelhas para-longe dos bodes;
E Ele porá, na verdade, as ovelhas à Sua direita; os bodes, porém, à Sua esquerda.
Então dirá o Rei aos à Sua direita: Vinde, aqueles tendo sido benditos do Meu Pai! Possuí por herança o reinar, tendo-vos sido preparado desde a fundação do mundo;
Porque tive fome, e Me destes de comer; tive sede, e Me destes de beber; era estrangeiro, e Me recolhestes;
Eu estava nu, e Me vestistes; adoeci, e olhastes-cuidastes por Mim; estive na prisão, e vieste até Mim.
Então os justos Lhe responderão, dizendo: Ó Senhor, quando Te vimos estando com fome, e demos de comer? Ou estando com sede, e demos de beber?
E quando Te vimos estrangeiro, e recolhemos? Ou nu, e vestimos?
E quando Te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos a Ti?
E o Rei lhes dirá, havendo respondido: Em verdade, digo-vos que, tanto quanto fizestes a um dos mínimos destes Meus irmãos, a Mim fizestes
” [Mateus 25].

E então??
Andarás pelos passos de Cristo seguindo a simplicidade do evangelho sem doutrinas das chamadas ‘igrejas’??
Ou vai continuar andando atrás de homens com títulos religiosos [pastores, bispos, missionários, padres, apóstolos] e seus ensinos teológicos que insistem em negligenciar o sofrimento vicário de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo??

Mas que diz? A Palavra está junto a ti, na tua boca e no teu coração; esta é a Palavra da fé, que estamos pregando.
Porque, se na tua boca confessares a Senhor Jesus, e no teu coração creres que Deus O ressuscitou para-fora-de-entre mortos, serás salvo.
Porque com coração é crido, para justiça; e com boca é confessado, para salvação.
Porque a Escritura diz: Todo aquele crendo nEle não será envergonhado
” [Romanos 10].

Em nome de nosso Senhor e Salvador, converta-se e arrependido sejas crente, e não se convença do pecado e sejas mais um evangélico ou seguidor de religiões!!

A veracidade das Sagradas Escrituras afirma que todo lugar apelidado de ‘igreja’ é fraudulento, faccioso, vive pelo egocentrismo de legalistas e fundamentalistas que usam da Bíblia como forma de ganho, status, enriquecimento, e forma de ludibriar pessoas, usurando da fé alheia.


Porque dEle e por Ele, e para Ele, são todas as coisas; glória pois, a Deus eternamente;
Nos interesses da Igreja que Cristo edificou. Amém.