Adoradores...

Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 21.mar.2017, Mateus 18

Porque o FILHO do homem veio salvar o que se tinha perdido.
[Lucas 19.10,56; Mateus 9.12-13; 10.6; 15.24]
Que vos parece? Se algum homem tiver cem ovelhas, e uma delas se desgarrar, não irá pelos montes, deixando as noventa e nove, em busca da que se desgarrou?
[Lucas 15.4-7; Ezequiel 34.12; Mateus 21.28; 1Reis 21.17]
E, se porventura a acha, em verdade vos digo que maior prazer tem por aquela, do que pelas noventa e nove que se não desgarraram.
[Salmos 147.11; Isaías 53.11; 62.5; Jeremias 32.37-41]
Assim também não é a vontade de vosso PAI, que está nos céus, que um destes pequeninos se perca.
[João 17.12; Isaías 40.11; Zacarias 13.7; Mateus 5.16]

[036400]

fevereiro 06, 2014


As chamadas 'igrejas' não são obra de DEUS!!

[026490]


A história da humanidade nos mostra que os homens, desde os primórdios, gostam de se destacar, de receber privilégios, de merecimentos, e em especial quando se trata da religiosidade; e isto não se difere pelas lideranças eclesiásticas deste presente século.

Tantas quantas forem estas lideranças eclesiásticas, se fazem soberanos, autoritários, e até se transfiguram em semideuses (tornam-se como filhos do Olimpo), vivem pela forma dos fariseus, a quem CRISTO criticou e repreendeu por viverem e imporem sobre outrem pela religiosidade [Mateus 23].

Unidos as indumentárias religiosas (como as estolas), criadas com o fim de se destacarem dos demais que os seguem (de forma cega), se firmam pelos discursos excessivamente longos (disfarçados em sermões), cansativos, entediantes = ENFADONHOS, FASTIDIOSOS, que usam demasiadas e descomedidas e supérfluas palavras, muitos destes ilustrados a chocarrice, zombeteiro ou mordaz, graçola = PIADA.

A história da humanidade, pelas lideranças eclesiásticas, tem criado dogmas, crendices, argumentos capciosos (sofisma) com o que pretendem enganar, fabricam intrujices, e com isto fazem presas suas, por meio ainda de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo CRISTO [Colossenses 2];

E um ponto fundamental e discutível da crendice religiosa das lideranças eclesiásticas, está na imposição ao subterfúgio e negligência das Sagradas Escrituras de que a igreja instituição ou instituições apelidadas de 'igrejas' é, pelo engano fraudulento, obra de DEUS, e não são!!

Pela Palavra de DEUS [contida na Bíblia] as chamadas 'igrejas' não são obra de DEUS!!

Ora, todos sabem e têm tido pavorosos exemplos de que estas instituições apelidadas de 'igrejas' dia após dia trazem escândalos, induzem outrem a mal, ao erro ou ao pecado;

Toda e qualquer igreja instituição ou instituição apelidada de 'igreja' é elaborada, criada ou fundada por algum homem, basta apenas questionar ao líder sobre a que se frequenta (tais como a católica, a Renascer, a Deus é Amor, as Assembléias de Deus, a Universal dividida para a Internacional da Graça e subdividida para a Mundial, as Batistas, e mais umas milhares de outras placas, entidades espiritas, enfim, o sistema religioso como um todo e suas religiões; leia Partindo o bolo da Fé Nomeada e Denominada!).

QUESTÃO JURÍDICAEstado de Direito

As lideranças eclesiásticas camuflam que as suas instituições apelidadas de 'igrejas' são firmadas pela lei humana; é vital registrar que, para o ordenamento jurídico brasileiro, as instituições apelidadas de 'igrejas' é pessoa jurídica de direito privado, como disciplinado no Código Civil, e sua diretoria estatutária responde judicialmente pelos danos causados a Instituição de Fé, aos membros e a terceiros, independente de ter havido culpa (ação involuntária) ou dolo (ato intencional) pelo causador (www.direitonosso.com.br);

O artigo 44 no Novo Código Civil trouxe a seguinte redação:
Art. 44. São pessoas jurídicas de direito privado: I - as associações; II - as sociedades; III - as fundações; IV - as organizações religiosas; V - os partidos políticos; 
Com esta nova lei, o legislador nem sequer cita as instituições apelidadas de 'igrejas' como pessoa jurídica. De acordo com as novas regras, instituições apelidadas de 'igrejas' não são sociedades e nem fundações, restando a elas se enquadrarem em associações, obedecendo as mesmas regras que regem um clube ou associação qualquer. 
A lei 10.825 inseriu no Código a personalidade jurídica das instituições apelidadas de 'igrejas', chamadas de organizações religiosas e partidos políticos. Coerente com a Constituição Federal, reafirma da liberdade religiosa no parágrafo 1º do Artigo 44:
São livres a criação, a organização, a estruturação interna e o funcionamento das organizações religiosas, sendo vedado ao poder público negar-lhes reconhecimento ou registro dos atos constitutivos e necessários ao seu funcionamento.


Portanto, a legislação ou lei do homem intitulam as "igrejas evangélicas" e tantas outras instituições como, tão somente, denominadas "organizações religiosas".

Diante o que são as instituições apelidadas de 'igrejas' e suas organizações criadas, elaboradas e fundadas por homens, é expressão da verdade afirmar que não são obra de DEUS!!

Com tudo isto que entendemos e nos mostra a mais pura e cristalina Palavra de DEUS [contida na Bíblia] que desmente e coloca por terra tudo o que toda e qualquer liderança eclesiástica, seja quem for, sábios, eruditos, doutores em divindade, PhD, teólogos, pregadores, ensinadores, escritores, catedráticos, articulistas, membros de academia evangélica, professores de hermenêutica, exegese, homilética, pastores presidentes, bispos, missionários, apóstolos, reverendos, presbíteros, blá, blá, blá, por que JESUS asseverou sobre a obra de DEUS e testificou a SI mesmo, e disse:

A obra de DEUS é esta:
Que creiais naquELE que ELE enviou.
[João 6]

A foto que ilustra este artigo era da construção de um templo da Assembléia de Deus, em Belo Horizonte, erguida com dízimos e ofertas e mão-de-obra de seus membros, entretanto, o pastor presidente que manipulava o Estatuto Social e por seu autoritarismo, fechou a instituição, vendeu o imóvel e embolsou, tomou posse como se fora dele, de todo o dinheiro da venda do imóvel (leia mais em Quando a igreja é roubada!) contrariando o próprio Estatuto que previa a doação de todo e qualquer patrimônio da igreja instituição para entidades filantrópicas.



Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.

2 comentários:

Presbítero Santos disse...

Glória a D'us!
Em verdade, irmão James, falastes tudo em conforme com a sã doutrina bíblica, por que os religiosos vem a décadas insurgindo contra a vontade do Senhor Jesus, e com isto enfatizando suas sinagogas como disfarçadas de santas, e na realidade são do maligno.

o crente disse...

Amém, irmão Adoradores.
Precisamos alertar as pessoas que são enganadas por estes religiosos para manterem instituições que Cristo não ordenou que existissem.