Adoradores...

Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 14.abr.2017, Jeremias 18

Então veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
Não poderei EU fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o SENHOR. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na Minha mão, ó casa de Israel.
[Isaías 64.8; 45.9; Mateus 20.15; Jeremias 18.4; Daniel 4.23]
No momento em que falar contra uma nação, e contra um reino para arrancar, e para derrubar, e para destruir,
[Jeremias 1.10; 12.14-17; 25.9-14; 45.4; Amós 9.8]
se a tal nação, porém, contra a qual falar se converter da sua maldade, também EU ME arrependerei do mal que pensava fazer-lhe.
[Jeremias 26.3,13; Ezequiel 18.21; Juízes 2.18]

[036789]

julho 30, 2011

O ministério da vocação dos gentios (todos nós que não somos judeus)

.

Nós, gentios, os que não pertencemos a nação de Israel, mas, pelo beneplácito da vontade de Deus, fomos enxertados a Videira [Romanos 11], e por conseguinte, pela nossa perseverança e persistência em buscar em primeiro o Reino de Deus e Sua justiça, estaremos, pois, firmados na Rocha;

Entretanto, nosso ministério não se firma em dar testemunho de possíveis bênçãos materiais;

Nosso ministério não se firma em contribuirmos com dinheiro para lugares comuns que os homens colocaram o nome de “igreja”;

Nosso ministério não se firma em manter alguns que se intitulam líderes;

Nosso ministério dever-se-á opor a tudo o que seja relacionado a uma possível negociata religiosa;

Nosso ministério deve lidar com desdém e desprezo para a manutenção de salários de homens que se dizem ser de Deus; segundo o eterno propósito que Deus fez em Cristo Jesus nosso Senhor, no qual temos ousadia e acesso com confiança, pela nossa fé nEle.

Portanto, vos peço que não desfaleçais nas tribulações;

Por causa disto coloque-mo-nos de joelhos perante o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, do qual toda a família nos céus e na terra toma o nome, para que, segundo as riquezas da Sua glória, vos conceda que sejais corroborados com poder pelo Seu Espírito no homem interior;

Para que Cristo habite pela fé nos vossos corações; a fim de, estando arraigados e fundados em amor, poderdes perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus;

E expor que as Sagradas Escrituras nos afirmam que o propósito eterno de Deus é a glória de Seu Filho e todo o Seu prazer está nEle;

Deus reunirá todas as coisas em Cristo. O Senhor Jesus é o centro do universo;

Tudo aquilo que estiver fora de Cristo nenhum valor terá diante de Deus;

Todos os que são chamados de Deus, são chamados para que o Seu propósito, que é a glória de Seu Filho, se cumpra neles e através deles; nada neste mundo pode satisfazer o coração dos filhos de Deus a não ser conhecer o Senhor Jesus Cristo e fazê-Lo conhecido.


Vivendo Por, Em e Para Cristo; nos interesses da Igreja que Cristo edificou.

.

julho 25, 2011

Meu Pastor é Perfeito

.

Graças a Deus nunca fui “evangélico”; e muitos que se dizem ser crentes nestes últimos dias não estão condizendo o que deveria dizer, e não representa tudo o que Deus nos chamou para ser nEle em amor e graça, que está muito além das portas das igrejas (evangélicas e outras), com “i” minúsculo mesmo, sem tirar nem por.

O chamado (convite) para o nosso lugar, que recebemos, é para sermos do Reino de Deus e deste privilégio não podemos abrir mão!!

A Bíblia nos ensina que, Deus escolheu e deu dons (ministeriais) a homens, para conforme o querer divino ao aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo, até que todos cheguemos a unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, a medida da estatura completa de Cristo, para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente [Efésios 4];

E estes dons (ministeriais) consistem em uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, mas, isto não é título e nem privilégios diante os outros irmãos em Cristo, por que o Mestre nos exortou em demasia a que o maior entre nós seja como o menor; e quem governa como quem serve [Lucas 22].

Portanto a Bíblia nos afirma categoricamente em verdade que:

O nosso Pastor estará sempre conosco e não em alguns dias na semana [Mateus 28]; Ele não recebe salários, por que deu a Sua vida por nós [Tito 2];

Nosso Pastor não cobra dízimos e ofertas [“Sabendo que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pelas obras da lei; porquanto pelas obras da lei nenhuma carne será justificada” – Gálatas 2], por que Ele quer, tão somente, o nosso ser (coração) e que nossas dádivas (os recursos com que Deus nos tem abençoado mesmo antes de pedirmos) sejam aos pobres, necessitados e menos favorecidos, por que assim ordena Deus:

- “Pois nunca deixará de haver pobre na terra; pelo que te ordeno, dizendo: Livremente abrirás a tua mão para o teu irmão, para o teu necessitado, e para o teu pobre na tua terra” – Deuteronômio 15;
- “Abre a tua boca; julga retamente; e faze justiça aos pobres e aos necessitados” - Provérbios 31;
- “E quando Jesus ouviu isto, disse-lhe: Ainda te falta uma coisa; vende tudo quanto tens, reparte-o pelos pobres, e terás um tesouro no céu; vem, e segue-me” – Lucas 18;

Nosso Pastor não aponta nossos pecados, mas Ele nos justifica; mesmo por que, Ele não tira férias;

Nosso Pastor entrou em Jerusalém montado num jumentinho, e não anda de carrão ou avião, mas está ao nosso lado, mesmo que estejamos andando a pé;

Nosso Pastor não dorme a noite, mas está sempre velando por nós; Ele não nos exclui de Sua Igreja, antes, está sempre intercedendo por nós, nos disciplinando com amor;

Nosso Pastor é perfeito em tudo, apesar de sermos tão imperfeitos para Ele, mesmo os que se apresentam como apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e doutores, por que muitos têm olhado para as coisas segundo a aparência, e se alguém confia de si mesmo que é de Cristo, pense outra vez isto consigo, que, assim como ele é de Cristo, também nós de Cristo somos;

Há exortação e repreensão de Deus para com aqueles que querem se apresentar como “autoridade espiritual” e dizendo mentiras, falam que podem dar “cobertura espiritual” a outrem, porquanto estas crendices religiosas caem por terra em:

Porque não ousamos classificar-nos, ou comparar-nos com alguns, que se louvam a si mesmos; mas estes que se medem a si mesmos, e se comparam consigo mesmos, estão sem entendimento;
Porque não é aprovado quem a si mesmo se louva, mas, sim, aquele a quem o Senhor louva
” [2Coríntios 10].

Assim, afirmo que meu Pastor é perfeito, o Senhor é meu Pastor, meu Reverendo [Salmos 23], e o seu???


Vivendo Por, Em e Para Cristo; nos interesses da Igreja que Cristo edificou.

.
[6587]

julho 18, 2011

Ser desigrejado é ser contra os que frequentam igrejas instituições??

.

De maneira nenhuma!!

É necessário entender que o termo desigrejado deriva-se tão somente, daqueles que não frequentam uma instituição religiosa com nome de igreja ou igrejas evangélicas ou denominações;

O desigrejado é constrangido (visualiza) através do evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo que, nossa união (comunhão) não necessariamente se faz em “instituições religiosas” comumente chamadas de “igrejas” (eis a razão do termo), por que não somos chamados para “estar em uma igreja”, mas para “ser Igreja”...

Não somos intolerantes com os que frequentam locais com nome de “igreja”, mesmo por que, nestes existem sim, muitos que querem viver em comunhão com outros irmãos, muitos que buscam a Deus para salvação de suas almas...

... em contrapartida, nestas igrejas instituições existem uma grande parte que frequenta somente para buscar os ensinamentos de homens religiosos que são pastores, bispos, missionários, apóstolos [2Timóteo 3.1-9]; as frequências desta maioria estão vinculadas a buscar bênçãos que não são contempladas pela Palavra de Deus, mas são crendices e fantasias religiosas no único intuito de enriquecimento das igrejas instituições e de seus fundadores...

O ensinamento bíblico é em referência a que devemos nos reunir “como Igreja” em qualquer lugar, independente de nomes e placas, somos um em Cristo, espalhados pelo mundo, professando o nome do Cordeiro de Deus:

Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar.
Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai.
” [João 4]

E outro ponto importante, é esclarecer que os desigrejados se reúnem, vivem em comunhão com suas famílias, com outros irmãos, independente do local, ou seja, nós congregamos, pois que, biblicamente falando, congregar significa reunir-se, e nós, desigrejados estamos sempre nos reunindo, congregando com nossas famílias, com outros irmãos, mesmo por que, quando o autor de Hebreus 10 menciona a “não deixando a nossa congregação” é em referência a "universal assembléia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus" [Hebreus 12];

Um erro, engano, dogma institucional das chamadas “igrejas” pelos evangélicos, está em afirmar que deixar a congregação por Hebreus 10.25, está relacionado em não ir a “igreja-templo de tijolos”, deixar de viver sob a “cobertura espiritual” de outro homem (como se pudessem), é deixar de entregar ofertas financeiras na mão de outro homem, enfim, dizem que quando saímos das instituições igrejas estamos esfriando na fé, nos desviando, e isto não é verdade bíblica!!!

Aqueles que dão extrema importância a figura do “homem” pastor e de suas instituições chamadas de igrejas precisam entender quando a Palavra de Deus questiona, exorta e afirma:

Porventura será o homem de algum proveito a Deus? Antes a si mesmo o prudente será proveitoso” – Jó 22].

Portanto, a Bíblia nos faz entender que, a “Igreja de Cristo são pessoas, e que sua comunhão está em congregar-se ou reunir-se em qualquer lugar em qualquer número de presente, mas, esta congregação são daqueles que interpõem amor em juízo, qual seja: reunidos em nome do Senhor [“Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles” - Mateus 18];

Sendo mais esclarecedor: os desigrejados jamais deixaram a “congregação” (a de cima, do alto) e nunca a deixaremos, nos ausentamos sim, das “congregações” da terra com placas e formas e endereços; fazemos parte (pela graça de Deus) da congregação da qual somente o Senhor Jesus é o Caminho, sem endereço fixo e paredes, esta mesma onde estão reunidos dois ou três em o nome do Senhor.


Vivendo Por, Em e Para Cristo; nos interesses da Igreja que Cristo edificou.

.
[6461]

julho 13, 2011

Denunciando sofisma, dogmas...

.
Alertando aos menos entendidos que, sofisma é um raciocínio capcioso, feito com intenção de enganar, um argumento ou raciocínio falso, com alguma aparência de verdade; dogma é uma proposição apresentada como incontestável e indiscutível, sem se sustentar pela Verdade;

Assim, para honra, glória e louvor dAquele que em tudo excede a plenitude da sabedoria, demonstre-nos através de contexto bíblico sem deduções, aliás, se não conhecer um contexto bíblico, nem responda:


1 – A Palavra de Deus ensina o Caminho (Cristo) que nos conduz ao reino de Deus, a salvação, e em nenhum momento há promessa de prosperidade material de Deus para nós, os gentios, que fomos enxertados na Videira [Romanos 11], e assim a graça de Deus nos basta...
...mas, há um povo que se diz de Deus que entra em uma instituição religiosa com nome de igreja para entregar dinheiro na mão de outro homem com título de “pastor”, e quer que Deus os abençoe!! Onde está isto na Bíblia???

2 – Nossa fé está em Deus para tão somente a salvação, porque “esta é a promessa que Ele nos fez: a vida eterna” [1João 2]...
... ou a fé deve ser em Deus para bênçãos materiais nesta vida???

3 – O Antigo Testamento e o início de o Novo Testamente, trazem relatos dos acontecimentos exclusivos da nação de Israel (Israel no Antigo, e judeus no Novo Testamento)...
... e com o advento da morte e ressurreição de Cristo, nosso Senhor e Salvador, onde encontramos ensinamentos para a “igreja gentílica” através de Paulo (o apóstolo dos gentios – Romanos 11) sobre a construção de templos e por conseguinte a manutenção destes chamando-os de “casa de Deus”???

4 – Todos quanto somos justificados, nos fazemos habitação do Espírito Santo [1Coríntios 3 e 6], no qual também nós “juntamente somos edificados para morada de Deus em Espírito [Efésios 2] e que o “Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens” [Atos 17]...
... qual o fundamento que muitos atribuem em mentira dizendo que as instituições religiosas com nome de igreja ou igrejas evangélicas, são a casa do Senhor???

5 – A ordenança divina a Israel (Antigo Testamento, lei mosaica) era que, de todas as tribos, a de Levi, ou levitas, seriam sustentados pelas outras, com os dízimos das colheitas...
... em nosso tempo presente, após Cristo ter consumado a Nova Aliança na cruz do Calvário, qual a obrigatoriedade (por que muitos líderes assim exigem) de sustentarem-se em tudo os obreiros (pastores, missionários) e suas famílias, apesar da Bíblia afirmar que os anunciadores do evangelho não devem levar, nem “alforjes para o caminho, nem duas túnicas, nem alparcas, nem bordão; porque digno é o operário do seu alimento” – Mateus 10]???

6 – Somos constrangidos pelo evangelho a darmos ou produzirmos bons frutos, para a obra de Deus, portanto, amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança [Gálatas 5], sendo que Jesus disse: “A obra de Deus é esta: Que creiais naquele que ele enviou.” [João 6]...
... então, alguns milhares de evangélicos querem divulgar o sofisma, a mentira de que suas instituições religiosas com nome de igreja ou igrejas evangélicas, são obra de Deus!! Como podem se respaldar disto???

7 – A Bíblia diz que quem semeia pouco, colhe pouco e quem semeia muito, colhe muito, ou seja, necessita-se somente de um momento para ser amável, porém, o resultado pode durar para sempre, podemos decidir o que vamos colher, ainda nesta vida, e principalmente na vida futura...
... a maioria dos evangélicos divulgam e exigem de Deus que a semeadura é questão de dinheiro, quando afirmam que é dando muitas ofertas ou dízimos em instituições religiosas que colherão mais; estão semeando a verdade???

8 – Deus nos chamou para sermos Suas testemunhas e pregar o evangelho [Mateus 28; Atos 1], anunciando que é chegado o reino de Deus, na salvação na pessoa do Filho do Deus vivo, e que todos devam se arrepender de seus caminhos pecaminosos...
...ou para mostrar que se é prósperos financeiramente por que se é dizimista em instituição religiosa com nome de igreja???

9 – Sempre que falo dos dízimos, aparecem alguns evangélicos (geralmente pastores, blá, blá, blá) para dizerem que sou repetitivo neste assunto...
... então porque, eles mesmos, e os outros que se intitulam “autoridade eclesiástica”, em todos os cultos, “cobram” ou “fazem lembranças” aos igrejados dos dízimos e ofertas (sem nos esquecer que nos patéticos programas de TV, há sempre um espaço [enorme] para se “pedir” contribuições)???


Vivendo Por, Em e Para Cristo; nos interesses da Igreja que Cristo edificou.
.
[6292]

julho 09, 2011

Deus nos tem chamado para militar o evangelho para salvação, ou para comprar bênçãos materiais??!!

.
Milhares de milhares estão adentrando as instituições religiosas com nome de igreja na busca de solução de problemas (financeiros, amorosos, pessoais, familiares), porque é isto que se é divulgado pelas chamadas “igrejas”, do que propriamente buscarem a presença de Deus para salvação;

Para a grande maioria digo, não me venham dizer que estão entrando e enclausurando-se em estas instituições religiosas que chamam de “igreja” para viver em comunhão com outros irmãos, esta realidade é para bem poucos, pois que, a maioria quer é mesmo ser servidos por Deus.

Então, a maioria dos pastores (que não são nada bobos), ensinam que, quando esta maioria de meninos na fé, entram nestes lugares religiosos e entrega suas dádivas em forma de “dízimos” ou “ofertas”, serão abençoados por Deus (somente posso rir disto), aliás, não é verdade bíblica que Deus abençoa por causa de se entregar dinheiro em instituições com nome de igreja;

Somos chamados e justificados por Deus para divulgar o evangelho para salvação; porque Cristo se fez maldição por nós para nos conduzir ao reino de Deus [Gálatas 3], a gloriosa salvação para uma vida eterna com Deus: a única promessa do SENHOR para os gentios [1João 2, “E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna”]... e a Bíblia nos diz que Deus nos abençoa pelo beneplácito de Sua vontade conforme temos nossas necessidades e não porque compramos tais bênçãos com “dízimos e ofertas” entregues em instituições religiosas com nome de igreja fundadas por homens... se você foi ensinado assim, estão te enganando!!

Meditem na Palavra de Deus (Bíblia) e confirmem que Deus não abençoa ninguém porque está dando “dízimos e ofertas” em instituições com nome de igreja, eis a verdade em Mateus 6:

Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos?
(Porque todas estas coisas os gentios procuram). De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas
”;

Entendo que muita das coisas materiais que se consegue nesta vida (daqueles que se dizem dizimistas fieis em instituições com nome de igreja) está relacionada diretamente com o diabo, mesmo porque, quando da tentação do Filho de Deus no deserto [Mateus 4] mostrando todos os reinos do mundo, e a glória deles, disse: “Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares”!!

Porquanto, é imperativo entendermos que, conforme nos afirma a Palavra de Deus, o mundo jaz no maligno [1João 5], e tendo ele mostrado a Jesus todos os reinos da terra e ofertando-lhes, não estaria também o diabo agindo dentro das instituições religiosas com nome de igreja confirmando com coisas materiais aos que continuam vinculados a estas instituições buscando solução de problemas terrenos na barganha com Deus em forma de dízimos e ofertas??

Ora, o diabo mesmo disse a Jesus: “Tudo isto te darei”, mostra-nos que ele sem dúvida sabe muito bem o que o ser humano quer: coisas materiais!!

Portanto, se ao próprio Filho de Deus o diabo quis ludibriar; o que ele não fará com o ser humano mesquinho, egoísta, avarento, que entrega dinheiro (dízimos e ofertas) na mão de outro homem e quer que Deus é que abra aos mãos!!!???

Ah!!! Sem essa de dizer que você entrega dízimos e ofertas nas mãos de outro homem (ou pastores) por amor a obra de Deus, porque instituições religiosas com nome de igreja (ou as ditas igrejas evangélicas) não são obra de Deus, são locais comuns criados pelos homens; a Igreja de Cristo são pessoas que professam Seu nome:

- "Jesus respondeu, e disse-lhes: A obra de Deus é esta: Que creiais nAquele que Ele enviou" - [João 6]!!!


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.
.
________
[6219]

julho 07, 2011

Renascer: Até onde consiste a verdade dos dízimos evangélicos?? - Juiz autoriza força policial para despejar igreja

.
Segundo ação que tramita na 5ª vara Cível de Santana, a Renascer não cumpriu o acordo de parcelamento da dívida com proprietário do imóvel, por isso, o juiz Mauricio Campos da Silva Velho autorizou o despejo e o uso de força policial: “expeça-se mandado de despejo ficando, desde logo, autorizada a requisição de força policial e o arrombamento das portas de acesso ao imóvel” diz a sentença proferida no ultimo dia 4 de julho.

Leia a sentença:

"Ante a notícia de descumprimento do acordo, expeça-se mandado de despejo ficando, desde logo, autorizada a requisição de força policial e o arrombamento das portas de acesso ao imóvel, caso a providência se revele necessária ao oficial de justiça. Anoto que o exequente deverá providenciar os meios necessários ao cumprimento da ordem, a saber: caminhão para remoção dos bens e depósito no caso de o locatário não ter onde guardá-los, bem assim chaveiro no caso de necessidade de arrombamento. Após o cumprimento da ordem, não havendo outras obrigações a serem cumpridas na avença, ao arquivo, dando-se baixa no sistema SAJ. Int. Fls. 50: Torno sem efeito a certidão de trânsito em julgado lançada às fls.47. Anote-se. Publique-se a sentença de fls.38. Cumpra-se fls. 48, expedindo-se o mandado. R.sent. fls. 38: Homologo o acordo noticiado neste processo e, em consequência, JULGO-O EXTINTO, com resolução do mérito, nos termos do artigo 269,III, do CPC. Em face da inexistência de interesse recursal, certifique-se de imediato o trânsito em julgado da sentença e comunique-se a extinção do processo no sistema SAJ, que alimenta os bancos de dados dos organismos de proteção ao crédito. Fica, por via de consequência, liberada eventual restrição a bens e direitos, caso não houver disposição em contrário no termo acordo. Providencie o cartório a confecção dos expedientes necessários inclusive eventual mandado de levantamento se constar da avença. Aguarde-se em arquivo o integral cumprimento da avença. No caso de inadimplemento, a parte poderá iniciar sua execução, nos termos do artigo 475-J, do CPC, incluindo na memória de cálculo o valor referente à taxa de desarquivamento e providenciando o cartório a reativação do processo no sistema SAJ. P.R.I.C." Processo: 0048899-80.2010.8.26.0001

De acordo com um bispo, a Renascer tem vários processos em andamento na região de Santana: “Isso virou rotina. Existem salões com dívidas que vão de 90 mil (reais) pertencente à JBG Assessoria até 900 mil (reais) da Ouro Verde. Todos esses (salões) a igreja perderá e terá que desocupar. Infelizmente essa é a realidade. Está tudo errado” disse. Perguntado se as dívidas são uma vergonha para uma igreja que prega prosperidade, o bispo desabafou: “Para alguns isso é normal. Prosperidade é algo que alguns líderes não vivem e nunca viverão. Digo, dever aluguel é vergonhoso e nada cristão”, disse.

Também em Santana, a Renascer localizada na Avenida General Ataliba Leonel tem dez dias para sair do imóvel já que não pagou os alugueis atrasados que ultrapassam os R$900 mil reais.

Gospel Mais

Sabe-se que o "dono" da Renascer é proprietário de imóvel nos Estados Unidos.

.
[6203]

julho 01, 2011

Marchas, paradas, desfiles, enfim, quando Deus ordenou isto??!!

.
Quando analisamos (examinamos) criteriosamente as Sagradas Escritura, em tempo algum, jamais iremos encontrar o povo de Deus fazendo qualquer passeata ou "marcha", aliás, o povo de Deus sempre foi perseguido... antes a ordenança divina é quanto ao ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os; ensinando-os a guardar todas as coisas que Jesus nos tem mandado [Mateus 28], não é uma marcha, é buscar os que precisam de Cristo; Jesus disse que seus discípulos são pescadores de homens [Mateus 4]!!

Quanto aos movimentos que encontramos em nosso tempo a Bíblia é bem clara a que devemos respeitar as autoridades competentes [Romanos 13; 1Pedro2], portanto, todos, inclusive os evangélicos tem o direito de se expressarem, a Constituição brasileira permite que é livre a expressão em liberdade, portanto, tanto os homossexuais (gays), como os "doidões" (usuários de maconha, e adjacentes)...

Agora, um ponto que não podemos permitir ou aceitar, mesmo os que se dizem cristãos, é o que muitos estão usando por estas manifestações, qual seja??

Agredir ao outro, ao próximo, sejam homossexuais usarem de sua parada para agredir aos evangélicos... sejam os evangélicos para agredirem os homossexuais e os doidões...

Aliás, na tal Marcha para Jesus (que de Jesus não tem nada, somente é coisa de renomados religiosos para se promoverem) alguns irmãos que se manifestaram contra os mercenários religiosos evangélicos foram agredidos pelos seguranças (o que?? Segurança para os que se dizem ser de Deus???)...

Mas, voltando ao bíblico, em momento nenhum iremos encontrar o povo de Deus (o rebanho do Senhor) saindo em passeata ou marcha, antes, o ensinamento bíblico nos ensina a fazermos visitas de casa em casa [Atos 5], pois que, os religiosos evangélicos que manipulam estas marchas somente visam promoção pessoal e de suas instituições religiosas com nome de igreja (quem era o religioso evangélico que estava na marcha dando entrevista diante as câmeras da Globo?? Outrossim, ele que sempre criticou a Globo).

Povo de Deus, examine as Sagradas Escrituras vocês mesmos; não esperem que os outros interpretem por vocês, eles estão vos manipulando como cordeirinhos tolos como bananeiras ao vento!!!


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.
.
[6081]