Adoradores...

Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 19.fev.2018

Romanos 11

Considera pois a bondade e a severidade de DEUS: para com os que caíram, severidade; mas para contigo, a benignidade de DEUS, se permaneceres na Sua benignidade; de outra maneira também tu serás cortado.
[João 15.2; 1Coríntios 15.2; Hebreus 3.6,14; Números 14.18-22]
E também eles, se não permanecerem na incredulidade, serão enxertados; porque poderoso é DEUS para os tornar a enxertar.
[2Coríntios 3.16; Zacarias 12.10; Mateus 23.39]
Porque, se tu foste cortado do natural zambujeiro, e, contra a natureza enxertado na boa oliveira, quanto mais esses, que são naturais, serão enxertados na sua própria oliveira!
[Romanos 11.17-18,30]

[039030]

dezembro 18, 2012

♫ ♪ ♫ então é a baboseira do natal ♫ ♪ ♫

[20543]

Mais um fim de ano, e mais aquela data em que a maioria fica hipócrita, dizem sobre amor, entregam migalhas aos menos favorecidos, dão abraços de “cara” virada, felicitações em fingimento de bondade de ideias ou de opiniões apreciáveis. Miseráveis...

São infindáveis as vezes que falamos desta data tão tola, em que tolos se dizem ser uma data de amor, de compartilhamento, de confraternização... tá bom, e o resto do ano??

Não nos espanta os católicos comemorarem esta suposta data do nascimento de Cristo, afinal, para eles Cristo ainda está crucificado em suas imagens; porém, o que mais trás desprezo é encontrar os tais evangélicos dando as mesmas felicitações natalinas.

Aliás, não podemos nos admirar, por que as tradições dos evangélicos são trazidas dos católicos, pois, evangélicos são filhos bastardos da igreja romana.

Porquanto, (in)feliz natal hipócritas...

... os pobres e necessitados esperam por seus presentinhos o resto de 2013!!

A verdadeira Igreja de Cristo [Ekklēsia] prega as Boas Novas de Salvação e anuncia a morte do SENHOR até que venha, durante todos os 365 dias de cada ano!! Maranata!!


Porque dEle e por Ele, e para Ele, são todas as coisas; glória, pois, a Deus eternamente;
Nos interesses da Igreja que Cristo edificou. Amém.


.

Nenhum comentário: