Adoradores...

abril 05, 2013

Jesus ou Mamon!!

[22305]


Disse JESUS em Mateus 19: “Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, e segue-me”.

Porquanto, em nada nos foi ensinado pelo MESSIAS de que deveríamos entregar alguma coisa (em especial, com relação as nossas dádivas) para um religioso [pastores, padres, missionários, bispos, apóstolos, reverendos];

Nada foi sugerido pelo SENHOR de que, vendendo algo de nossa propriedade, deveria ser entregue há algum dirigente de lugares apelidados de ‘igrejas’...

E indo além, o ensinamento de CRISTO em nada enfatizou, ou proferiu com ênfase que os lugares apelidados de ‘igrejas’ seriam a Sua obra, ou seja, estes lugares (as tais ‘igrejas’, evangélicas ou católica ou tudo o que tem nome religioso) são como catacumbas, lugares sem vida em si mesmos...

... e muito menos que entregando dinheiro em (mentirosas) contribuições voluntárias seria semear na obra, mesmo por que o contexto bíblico de 2Coríntios 9.6 não está ensinando sobre entregar dinheiro em lugares apelidados de ‘igrejas’ como semear em abundância:

E digo isto: Que o que semeia pouco, pouco também ceifará; e o que semeia em abundância, em abundância ceifará.

Este contexto de 2Coríntios 9.6 refere-se tão somente a promover, fomentar, incitar, favorecer, animar a que temos o “poder” de plantar aquilo que queremos, e há uma variedade de semente que plantaremos e por conseguinte, colheremos, e isto, o contexto bíblico não faz referência que semear é entregar dinheiro em lugar algum religioso com nome de ‘igreja’;

E esta variedade de semente que semeamos (que não é dinheiro como os pastores e dirigentes religiosos da ‘igreja instituição’ ensinam), estão em:
As que semeamos no espírito:
- tais como, amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança, que são o fruto do espírito [Gálatas 5; Salmos 126];

As que semeamos na carne:
- tais como adultério, prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, que são o fruto da carne [Gálatas 5].
Portanto, quando semeamos na obra de DEUS, não entregamos dinheiro em lugares apelidados de ‘igrejas’ ou não entregamos dinheiro nas mãos de outros homens, mas, vivemos em santidade, porque fomos chamados à liberdade; não usemos então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servimos uns aos outros pelo amor; porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta: “Amarás ao teu próximo como a ti mesmo”.

Outro sentido equivocado está em que as pessoas dizem na administração do dinheiro na ‘igreja’, ora, somente há uma administração ao bem que DEUS nos deu, Sua Palavra, e se não mostrarmos que a "Igreja" não é uma instituição, estaremos negando o evangelho...

Na Igreja de CRISTO não há "administração financeira $$$", há sim, almas para CRISTO...

E é neste sentido que entendo pelas Sagradas Escrituras, como desigrejado ou desvinculado de lugares apelidados de ‘igrejas’, que devemos negligenciar o mundano (financeiro) pelo espiritual (CRISTO), não há meio termo, como assim nos asseverou o SENHOR!!!!


Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.


Nenhum comentário: