Adoradores...

Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 06.ago.2017, João 6

Disse-lhes pois JESUS: Na verdade, na verdade vos digo: Moisés não vos deu o pão do céu;
mas Meu PAI vos dá o verdadeiro pão do céu.
[Êxodo 16.4,8; Salmos 78.23; João 1.9; 6.33,35]
Porque o pão de DEUS é aquELE que desce do céu e dá vida ao mundo.
Porque faz que o Seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos.
[João 6.50; 1João 1.1-2]
Disseram-lhe pois: SENHOR, dá-nos sempre desse pão.[João 4.15; Salmos 4.6]
E JESUS lhes disse: EU SOU o pão da vida; aquele que vem a MIM não terá fome;
e quem crê em MIM nunca terá sede.
[Mateus 11.28; João 5.40; 6.41; Apocalipse 7.16; Isaías 49.10; 55.1-3]

[037730]

novembro 08, 2010

Beatificação evangélica

.
No meio daqueles que dizem professar o nome do Cordeiro de Deus, encontramos dois grupos distintos, os que “se acham santos” e os que “buscam ser santos”!!

Em geral, os que “se acham santos”, são convencidos de uma religião, se permitem em uma vida paralela as coisas mundanas; somente visualizam a presença de Deus quando estão dentro de um templo religioso ou de uma instituição religiosa com nome de igreja;

Institucionalizaram o “congregar” como frequentar uma “instituição igreja”, que em muitos dos casos misturam o santo ao profano... são perspicazes, críticos no uso do fundamentalismo e legalismo bíblico no dia a dia religioso de suas instituições igreja, são intelectuais e manipuladores;

De uma maneira quase na totalidade, os que “se acham santos”, vivem por aquilo ditado dos púlpitos, altares(??) e palcos show gospel, por seus “lideres” ou suas “autoridades espirituais” (evangélicas, do candomblé, católica, espírita: tudo é o mesmo) que são homens e mulheres que se acham os representantes exclusivos de Deus na terra; atribuem ainda, aos patéticos programas televisivos uma religiosidade que os imune por praticarem o IDE da Grande Missão [Mateus 28.19,20] quando participam da manutenção e sustento eclesiástico;

Em verdade, quando se visita um, que chamam de culto, em uma igreja evangélica (por exemplo), é quase que impossível presenciar sermões sobre se santificar ou se preparar a vida vindoura [1Tessalonicenses 5.23; Tito 2.14], entretanto, podemos notar que a maioria destes sermões estão vinculados a vitórias, a enriquecimento aos que mantêm estas obras religiosas de homens através de dízimos e ofertas (que na verdade somente possuem o nome de “oferta”, pois, existem valores estipulados).

Já os que “buscam ser santos”, se convertem ao evangelho de Cristo, se primam pelo anúncio da salvação na pessoa de Jesus Cristo; em geral não se preocupam na frequência aos templos ou instituições igreja, congregam nos lares ou em qualquer lugar [Mateus 18.20]; por muitas das vezes são penalizados pelos que “se acham santos”, pois, os ridicularizam rebeldes, insubordinados, pejorativamente os chamam de satanistas, alienados, desigrejados;

Portanto, não tenha vergonha de ser crente [Gálatas 3.9; 1Coríntios 1.21], de buscar a santificação [1Tessalonicenses 4.7; Hebreus 12.14], de ser desigrejado das instituições religiosas com nome de igreja...

... porque, a Igreja de Cristo não é um templo religioso com nome de “igreja”, mas, é a reunião de todos aqueles que amam e professam o nome do Cordeiro sobre a face da terra; sem rótulos, sem ser uma denominação, sem doutrinas de cunho humano, e sem dogmas!!


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.

.

Nenhum comentário: