Adoradores...

Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 14.abr.2017, Jeremias 18

Então veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
Não poderei EU fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o SENHOR. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na Minha mão, ó casa de Israel.
[Isaías 64.8; 45.9; Mateus 20.15; Jeremias 18.4; Daniel 4.23]
No momento em que falar contra uma nação, e contra um reino para arrancar, e para derrubar, e para destruir,
[Jeremias 1.10; 12.14-17; 25.9-14; 45.4; Amós 9.8]
se a tal nação, porém, contra a qual falar se converter da sua maldade, também EU ME arrependerei do mal que pensava fazer-lhe.
[Jeremias 26.3,13; Ezequiel 18.21; Juízes 2.18]

[036789]

maio 03, 2012

Jesus no templo (que não existe mais)

[14735]

Concordo que é salutar, em algum dos casos, frequentar uma igreja instituição, e isto permite aos irmãos oportunidades de compartilhar em várias áreas de suas vidas. Porém, com respaldo bíblico, a base que tenho para afirmar das reuniões em alguns locais com placas de “igreja” não está no fato de Jesus ter ensinado no templo de Jerusalém, que já não existe, foi derribado. Jesus se fez homem, e porquanto, se sujeitou a lei dada a Moisés e aos princípios judeus, portanto esteve no templo.

Ele admoestou com criticas severas [Mateus 23] os grupos religiosos, até por que, enquanto esteve em carne, a lei vigorava e Ele se submetia a sua sinuosidade. Foi batizado (ainda que não necessitasse), quando questionado por João Batista, deixou claro que Ele mesmo deveria cumprir o que todos estavam sendo orientados a cumprir.

Após Sua ressurreição, os apóstolos perseveraram na doutrina de Cristo, na comunhão, no partir do pão, ensinando uma nova forma de viver, baseada em amor e tolerância, e em nada se correlacionava com a organização religiosa legalista que vigorava na época (e nem tão pouco na nossa), esta forma de viver era a apropriação da graça conquistada na cruz;

Cristo nos enviou o Santo Consolador, o Espírito Santo que habita em cada crente [1Coríntios 3; 6], rompendo de vez com a concepção de templos (de tijolos) como casa de Deus. Fomos libertos pela cruz, somos livres dessa imposição.

A grande e problemática relação entre Deus e os homens em nosso tempo presente, está na imposição que muitos têm dado aos “templos”; mesmo por que, a igreja instituição tem deixado a graça para se firmar na “lei”, no legalismo e fundamentalismo, e para tanto, tornando a vida em comunhão nestas casas religiosas insuportável para alguns, tornando-os inapetentes.

Muitos têm um chamado de Deus, outros têm cartirinha eclesiástica.
Um crente firma sua vida com Deus e seu testemunho não está por que frequenta uma igreja instituição.

Muitos se têm feito em ir a um lugar com placa de “igreja” para querer algo, porém, não somos nós que devemos querer, mas sim, Deus agir em nós, assim, “pois, isto não depende do que quer, nem do que corre, mas de Deus, que se compadece” [Romanos 9]...

... “Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade. Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas” [Filipenses 2].

Deixemos de lado está imposição de que tudo deve ocorrer por que se vai a algum templo religioso, para deixar que Deus apascente Seu rebanho!!


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses da Igreja que Cristo edificou.

Inapetente adj ( in- + apetente ) 1 Que não apetece. 2 Que não sente apetite ou desejo.


2 comentários:

Maristela Alvarez disse...

A Paz. Com relacao ao Templo, a propria biblia nos diz que Deus nao habita mais em templo feito por maos humanas, porque no's somos o Templo do Espirito do Eterno. Se o dizimo no VT deveria ser levado ao Templo, como ficamos agora se o Templo somos no's?

Crente desigrejado™, James disse...

.

Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados.

Maristela Alvarez,

Façamos uso da Palavra de Deus para interpretar, pois bem, Deuteronômio 14 diz que os dízimos deviam ir ao “templo”: “Ao fim de três anos tirarás todos os dízimos da tua colheita no mesmo ano, e os recolherás dentro das tuas portas;
Então virá o levita (pois nem parte nem herança tem contigo), e o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, que estão dentro das tuas portas, e comerão, e fartar-se-ão; para que o SENHOR teu Deus te abençoe em toda a obra que as tuas mãos fizerem.


Porquanto, como somos o templo do Espírito Santo e Deus nos tem agraciado com dádivas para nosso sustento (nosso trabalho, nossos lares, nossos agasalhos, blá, blá, blá) usemo-nos das prerrogativas bíblicas e façamos uso, ajudando com nossas primícias aos pobres e necessitados, ao estrangeiro, e o órfão, e a viúva, e para isto, não precisamos de intermediários (entregar dinheiro num lugar com placa de “igreja” nas mãos de um homem que ninguém sabe ao certo se é justo ou injusto, e que realmente entregará nossas dádivas em forma de dízimos ou ofertas aos que necessitam)

Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses da Igreja que Cristo edificou.


James, crente desigrejado™ da "igreja instituição" ou instituições religiosas com placas de igrejas.
Site Jesus, o maior Amor
Site DESIGREJADOS
Site Adoradores em Casas
Orkut Adoradores em Casas
Facebook Adoradores em Casas
Twitter Adoradores em Casas
Site EVANGÉLICOS, ingrejados
Site Escândalos Religiosos
Site Quando a Igreja é roubada

...
..
.