Adoradores...

Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 06.ago.2017, João 6

Disse-lhes pois JESUS: Na verdade, na verdade vos digo: Moisés não vos deu o pão do céu;
mas Meu PAI vos dá o verdadeiro pão do céu.
[Êxodo 16.4,8; Salmos 78.23; João 1.9; 6.33,35]
Porque o pão de DEUS é aquELE que desce do céu e dá vida ao mundo.
Porque faz que o Seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos.
[João 6.50; 1João 1.1-2]
Disseram-lhe pois: SENHOR, dá-nos sempre desse pão.[João 4.15; Salmos 4.6]
E JESUS lhes disse: EU SOU o pão da vida; aquele que vem a MIM não terá fome;
e quem crê em MIM nunca terá sede.
[Mateus 11.28; João 5.40; 6.41; Apocalipse 7.16; Isaías 49.10; 55.1-3]

[037730]

julho 26, 2012

Dizimista fiel, aliás, abestado religioso!!!

[17146]

Realmente é cansativo falar de dízimos (mas, afinal, todo dia nos cultos religiosos eles são lembrados ou afanados), porém, quando faço meu combate exaustivo quanto a este ‘peculiar’ bíblico, não se justifica que alguns poucos, digamos trouxas espertos, se locupletam do suor alheio, mas que, milhares e milhares, por ensinamento destes mercenários e corruptos religiosos, tem se desviado para o inferno em função desta maligna barganha com Deus.

E é neste cansativo “dízimo”, que costumeiramente, encontramos pessoas que dizem ser fiéis a Deus por entregar dinheiro na igreja instituição, lugares com placas de “igreja” e que são como catacumbas... mas, será fidelidade mesmo??

Enfim, Jesus disse: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento” [Mateus 22].

Ora, o contexto bíblico acima, assevera que a fidelidade a Deus está no amor, na entrega total a Deus, tão somente a Deus; e, nada fala de entregar dinheiro ou qualquer outra bugiganga que seja...

... conquanto, por ensinamento de homens religiosos (pastor, bispo, padre, e outras pestilências eclesiásticas, tais como, missionário, apóstolo, tem até um tolo que se diz ‘patriarca’), ensinamento este, maligno, mercenário, corrupto, mentiroso, fraudulento, astuto, sagaz, há pessoas molestadas a que entreguem 10% da labuta de sol a sol; e são muitos abestados rendendo de seu trabalho, mês a mês, nas mãos destes religiosos e que nem os conhecendo e muito menos sabe o que será feito das suas pretensiosas contribuições, mesmo assim, colocam seus suados dinheiros nas sacolinhas ou envelopes, ou boletas bancárias. besta mesmo!!

Entretanto, como sempre, muitos abestalhados que frequentam a igreja instituição dizem entregar dinheiro por alegria. Será??

Afinal, o ensinamento dos dízimos na igreja instituição está ligado a Malaquias 3.10, onde o pretendente as bênçãos materiais entregam dinheiro nas mãos de um charlatão religioso (pastor, bispo, padre, e outras pestilências eclesiásticas, tais como, missionário, apóstolo, tem até um tolo que se diz ‘patriarca’) e espera que Deus escancare as portas do céu, afinal, Deus amou o mundo de tal maneira que deu Seu Filho Unigênito [João 3].
Alguém ainda quer que Deus arreganhe as portas do céu???.

Patéticos este dizimistas fieis(???) em igrejolas (a tal igreja instituição, ou igrejas evangélicas, ou tudo o que aplica uma placa com nome religioso; hoje, derivando das igrejas evangélicas, algumas se dizem ser comunidade evangélica), e, a propósito, diga-se de passagem, verdade seja dita, estes lugares são mais tumbas religiosas, e como disse o Senhor Jesus, sinagogas de satanás.

E não venham dizer que estou generalizando, pois, o que afirmo acima se aplica a todo lugar que se ensina sobre dízimos. Ponto final.


Porque dEle e por Ele, e para Ele, são todas as coisas; glória, pois, a Deus eternamente; nos interesses da Igreja que Cristo edificou. Amém.

.

2 comentários:

Antonio Martins disse...

Irmão, fiquei feliz ao conhecer o seu blog, mas te faço um pedido para moderar as palavras (besta)pois essas pessoas ainda estão sendo enganadas. Mas certamente se tiverem um coração voltado para o bem, Deus os encaminhará para o Seu Santo Monte.Entendo sua revolta,e fica na paz.

Anônimo disse...

É Abestalhado, É Besta Mesmo Os Dizimistas Fiéis e Zé Fini.