Adoradores...

Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 21.fev.2017, Romanos 14

Não destruas por causa da comida a obra de DEUS. É verdade que tudo é limpo, mas mal vai para o homem que come com escândalo.
[Atos 10.15; Tito 1.15; Mateus 15.11; 18.6]
Bom é não comer carne, nem beber vinho, nem fazer outras coisas em que teu irmão tropece, ou se escandalize, ou se enfraqueça.
[1Coríntios 8.13; Malaquias 2.8; Mateus 16.23; 18.7-10; Lucas 17.1-2]
Tens tu fé? Tem-na em ti mesmo diante de DEUS. Bem-aventurado aquele que não se condena a si mesmo naquilo que aprova.
[1João 3.21; Atos 24.16; Romanos 7.15,24]
Mas aquele que tem dúvidas, se come está condenado, porque não come por fé; e tudo o que não é de fé é pecado. 
[Romanos 13.2; 1Coríntios 8.7; 11.29-31]

[035834]

fevereiro 15, 2017

Religiosidade, o mal dos séculos.


A religiosidade é uma qualidade do indivíduo que é caracterizada pela disposição ou tendência do mesmo, para perseguir a sua própria religião ou a integrar-se às supostas coisas sagradas. Precisamos diferir o ser possuidor de religiosidade, do religioso, que é fruto do sistema religioso.

O religioso é um fanático, que não compreende e não respeita o Processo Religare do próximo. Ele se torna intolerante e não aceita as práticas religiosas de outros indivíduos, considerando o seu caminho único e inquestionável.

Acontece, com isto, que alguns sistemas religiosos podem gerar indivíduos de religiosidade, mas como os religiosos se apegam ao poder e as fórmulas, tendem a manipular as mentes atormentadas e sofredoras, obrigando a todo aquele que não esteja em sintonia com seus ideais a se tornarem submissos. Daí as crises e a intolerância religiosa.

Os religiosos são de fato os grandes causadores de problema, aliados aos seus sistemas.

Do ponto de vista geral, a religiosidade mostra o sentido de transcendência de uma pessoa ao refletir sobre a espiritualidade. Uma espiritualidade que adquire aspectos concretos através de crenças religiosas pessoais que mostram a fé dentro de uma doutrina religiosa; a religiosidade mostra a forma de expressão que tem um sujeito de comunicar-se com a divindade através de rituais, rezas ou orações.

A religiosidade é a pessoa não ter um compromisso verdadeiro, é estar ali (na igreja instituição) apenas por estar e movida apenas por uma rotina.

O Processo Religare nada mais é do que o desenvolvimento das faculdades psíquicas da alma, que o tornem sensível à percepção da sua relação com DEUS. Logo, entendemos diante disto, que não nos afastamos de DEUS, mas nos relacionamos com ele inconscientemente, sendo que o nosso verdadeiro trabalho é conscientizarmo-nos desta relação, para tornarmo-nos merecedores de suas benesses. .

Muitos pastores tem combatido aos desigrejados, por estes terem se desvinculado das igrejas instituições, e este êxodo vem de encontro justamente em função das atitudes destes mesmos pastores.

Há pastores que dizem querer auxiliar aos desigrejados a encontrarem o caminho da verdade, mentira!!

Há pastores que combatem os desigrejados por que denunciam pastores e as igrejas instituições pelos ensinos equivocados, sem contexto bíblico, pretensiosos em enganar as pessoas!!

Há pastores que criticam aos outros pastores, tem o que chama-os carinhosamente de "criminosos" e até a própria "igreja" mãe não é polpada, e afrontam aos desigrejados por fazerem as mesmas denuncias!!



Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.


[035760]

Um comentário:

Anônimo disse...

Esses Vampiros Atacam Os Verdadeiros Crentes, Os Desigrejados.

O Problema é Que Eles Estão Querendo A Recompensa Daquele Que é O Diabo e Outros Deuses Pagãos.

A Carnal Compreensão Cegou Os Olhos Deles.

A Paixão Não é Resistida, Esse é o Problema.