Adoradores...

junho 12, 2010

Lentidão ou preguiça por aprender??!!

.
Hebreus, uma epístola de ensinamentos essenciais para o fortalecimento da fé.

Do qual muito temos que dizer, de difícil interpretação; porquanto vos fizestes negligentes para ouvir” [Hebreus 5.11].

Nesta epístola, há pontos de vista que fazem ligação entre o Antigo e em o Novo Testamento. No relato do versículo em epígrafe, nos é dito, pelo autor, que não tem condições de continuar a fala do assunto em pauta, pois, tornou-se pela dificuldade de se explicar, e que não havia interesse e muito menos capacidade para entender tal assunto.

Pela narrativa, o autor justifica que seus ouvintes não haviam tido progresso no conhecimento de Cristo, assim, deliberadamente, tornando-se “lentos para aprender”, ou seja, isto significa que eles se tornaram preguiçosos para aprender e não quanto a rapidez com que aprendem.

Notamos que em nosso tempo presente, milhares como para os quais escreveu o autor, que, apesar do tempo de frequência e assiduidade a templos religiosos, são imaturos e sem a necessária percepção de ouvir e interpretar espiritualmente o ensinamento bíblico.

Nota-se, em demasia, pessoas repetindo as mesmas atitudes dos leitores de Hebreus. Milhares de “velhos” e “calejados” na vida do convívio em uma “igreja”... apesar de se tornarem “matutos na fé”, permanecem nas mesmas emoções. Não permitem que lhes sejam exortados, e muito menos contrariados em suas atitudes.

Continuando Hebreus, mas “o mantimento sólido é para os perfeitos, os quais, em razão do costume, têm os sentidos exercitados para discernir tanto o bem como o mal”, eis, pois que, os que assim agem de maneira deliberada o fazem, e ainda sabemos que a “maturidade” é para os crentes, e que muitos, milhares, preferem leite, ouvindo palavrinhas doces de seus pastores, homens que utilizam púlpitos para discorrerem sobre coisas fúteis que não auxiliam no crescimento espiritual.

Aqueles que buscam ao crescimento espiritual, e consequentemente, a maturidade, é por que desejam ser frutíferos... entretanto, milhares ainda resistem em crescer, preferem ficar acomodados em bancos religiosos de templos evangélicos, ouvindo palavras de ordem de seus famosos pregadores que somente transmitem uma pseudo vitória, indo na contra mão do ensinamento de Jesus Cristo que nos diz que devemos padecer pelo Seu santo nome.

Por isso, deixando os rudimentos da doutrina de Cristo, prossigamos até a perfeição, não lançando de novo o fundamento do arrependimento de obras mortas e de fé em Deus” [Hebreus 6].


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.
.

Nenhum comentário: