Adoradores...

Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 14.abr.2017, Jeremias 18

Então veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
Não poderei EU fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o SENHOR. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na Minha mão, ó casa de Israel.
[Isaías 64.8; 45.9; Mateus 20.15; Jeremias 18.4; Daniel 4.23]
No momento em que falar contra uma nação, e contra um reino para arrancar, e para derrubar, e para destruir,
[Jeremias 1.10; 12.14-17; 25.9-14; 45.4; Amós 9.8]
se a tal nação, porém, contra a qual falar se converter da sua maldade, também EU ME arrependerei do mal que pensava fazer-lhe.
[Jeremias 26.3,13; Ezequiel 18.21; Juízes 2.18]

[036789]

junho 28, 2010

Falar da Verdade; ainda que a maioria não aceitar

.
O compromisso do verdadeiro adorador é com Deus; não estamos a serviço de reis e homens, nem das estruturas religiosas (locais com nome de igreja); nem do poder secular;

Nosso dever e constrangimento pelas Sagradas Escrituras, é pregar o que o povo precisa e tem que ouvir; e não o que o povo quer ouvir como temos presenciado dos púlpitos ou palcos de show religioso ou patéticos programas televisivos...

Nada impede que a mensagem conforme a vontade Deus, seja consoladora e encorajadora, mas a missão principal do profeta e do pregador é pôr a mão na ferida, é mostrar onde está o erro, é apontar o pecado seja qual for e de quem for...

Pode ser o pecado coletivo ou individual, do momento recente, antigo ou que sobrevive causando ainda estragos...

Pode ser pecado de um religioso, pastor ou não, ou outro profeta...

Aquele que traz a mensagem das Boas Novas, mostrando a Verdade do evangelho de Cristo, não recebe ordens como:

- “Não pregue acerca destas coisas”!
- “Dizendo destas coisas você está julgando”!
- “Não se pode falar de pastores”!
- "O homem o falatório e o falatório, mata... Juízo pra vcs"!

Mas, os que trazem mensagens e apologia da Verdade, são constrangidos, se obrigam a falar:

Se alguém falar, fale segundo as Palavras de Deus; se alguém administrar, administre segundo o poder que Deus dá; para que em tudo Deus seja glorificado por Jesus Cristo, a quem pertence a glória e poder para todo o sempre. Amém.” [1Pedro 4]

Portanto, não se deve pregar a favor de ninguém, não se pode falar a Palavra de Deus para agradar a outrem, mas, deve-se pregar e falar a Verdade, do pecado, dos erros religiosos, da manipulação da fé alheia.


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.
.

Nenhum comentário: