Adoradores...

Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 21.jun.2017, Hebreus 4

Visto que temos um grande Sumo Sacerdote, JESUS, FILHO de DEUS, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão.
[Hebreus 6.20; 1.2-3; 8.1; 9.24; 10.12]
Porque não temos um Sumo Sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém Um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.
[2Coríntios 5.21; João 8.46; Hebreus 7.26; 2.17-18]
Cheguemos pois com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.
[Efésios 3.12; Filipenses 4.6-7; Êxodo 25.17-22; Levítico 16.2; 1Crônicas 28.11]

[037408]

julho 23, 2010

A nós, deméritos!

.
As instituições religiosas, neste agravo, denominadas de "igrejas", estão na procura de armas de guerra espiritual, como manifestação de uma busca incessante, profunda e desesperada da presença de Deus;

Mas, sem dúvida, as instituições religiosas, ou igrejas, hoje, mais do que nunca, necessitam é de Palavra, não somente usando de forma coloquial, como temos presenciado em púlpitos, palcos shows e patéticos programas evangélicos televisivos; há uma urgente necessidade de se viver a Palavra de Deus;

Está-se cantando muito e guerreando pouco, as nossas armas não são carnais;

As instituições religiosas, ou igrejas, conseguiram crescer e se fazerem respeitar pelo aperfeiçoamento, técnica e mensagem de auto-ajuda, porém, num agravante, sem a unção, sem a vida de Deus.

Não que não houve corações quebrantados, houve! Mas, estes estavam por detrás das malhadas, muitas vezes ofuscados pelo brilho da glória humana...

... muitos são os que se acham perfeitos, santos, superiores a outrem, mas, ainda não descobriram o princípio da sabedoria, que é o temor do Senhor;

Há de se afirmar que Deus não precisa dos perfeitos; aliás, nunca precisou, porque a verdade é que eles não existem!

É necessário uma urgente visão correta de nós mesmos; para se ter uma visão correta de Deus.

Não somos merecedores de Deus, não temos méritos... apesar de alguns, em ousadia, tentam tornam a Deus nosso Devedor, cobram ao Senhor como se Este os fosse Servo! Pagam-Lhe para que os abençoe(??)!

Mas, não sejamos enganados por nós mesmos, a nosso respeito só há deméritos, falta de mérito; desmerecimento; e, se Deus nos dá algo, é por Sua infinita graça, e misericórdia, ou se os acurados religiosos nos discordam, talvez entendam quando as Sagradas Escrituras relatam em Lamentações 3, "As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as Suas misericórdias não têm fim".


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.
.

Nenhum comentário: