Adoradores...

Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 25.set.2016, Salmos 116

Amo ao SENHOR, porque ELE ouviu a minha voz e a minha súplica. [Gênesis 35.2; 1Samuel 1.26; Salmos 18.1-6; 31.22-23; 34.3-4; 40.1; 66.19-20]
Porque inclinou para mim os Seus ouvidos; portanto, invocá-Lo-ei enquanto viver. [Jó 27.10; Salmos 31.2; 40.1; 55.16-17; 86.6-7; 88.1]
Cordéis da morte me cercaram, e angústias do inferno se apoderaram de mim; encontrei aperto e tristeza. [Salmos 18.4-6; 32.3-4; 38.6; 88.6-7; Isaías 53.3-4; Jonas 2.2-3]
Então, invoquei o nome do SENHOR, dizendo: Ó SENHOR, livra a minha alma! [Salmos 118.5; 22.20; 2Crônicas 33.12-13; Salmos 6.4; 18.6]
Piedoso é o SENHOR e justo; o nosso DEUS tem misericórdia. [Esdras 9.15; Neemias 9.8; Salmos 145.17; 86.15; 103.8; 119.137]

034503

janeiro 20, 2011

Malaquias 3.10, sustentáculo do engodo ( ou farsa) dizimista evangélico e dos religiosos!!!

Alguém já parou para meditar realmente o que diz o contexto deste famoso versículo de Malaquias... usado em especial, pelos evangélicos e/ou por religiosos???

Qual evangélico já parou para buscar entendimento e conhecimento da vida deste profeta de Deus, aliás, não importa quem seja ou foi Malaquias, o que importa é o que vocês, evangélicos, querem receber por dar “dízimos”, não é??

São algumas perguntas que, aos evangélicos (ou aqueles que buscam prosperidade) parecem não ter importância, mas, em fundamental, perante as Sagradas Escrituras, permitem que, aos que buscam a Deus em espírito e em verdade, não se confundem com os demais, que se dizem, mas que são frequentadores de templos religiosos e barganhadores...

Malaquias é o tom de ironia evangélico, comparando com a situação atual, encontramos pastores (ou aqueles que desfilam títulos) tosquiando as ovelhas,e, também arrancam o “couro”, menosprezam, pensam que eles, são “donos” do rebanho!!!

Infelizmente, muitos crêem na tolice de entregar “dízimos” em qualquer lugar que chamam de "igreja", que seria o correspondente moderno da "Casa do Tesouro"?? Eita ignorância bíblica!!

A Igreja somos nós, e não é necessário dinheiro para nos manter, precisamos sim, é de Cristo para existir!!

Quanto a Malaquias 3.10, é necessário que os financiadores entendam:

- A tal “Casa do tesouro” não era o templo, era um depósito onde se guardavam provisões (provisões não é dinheiro) para os órfãos , viúvas e estrangeiros, e levitas que estivessem de serviço, em turnos;

- Deus nos levantou para repreender aos sacerdotes... “como nos tempos de hoje”, os sacerdotes (ou pastores, bispos e blá, blá, blá) estão retendo os dízimos e não os repassam aos pobres e necessitados...

... aliás, como os sacerdotes do tempo de Malaquias estavam roubando os “dízimos”, os levitas tinham que voltar para suas casas, pois, não tinham como sobreviver; em nosso tempo presente, os “pastores!” estão roubando tudo e falando mentiras ao povo!!!

Por fim, conclui-se pela Palavra de Deus que os sacerdotes (em Malaquias 3.10) é que estavam roubando a Deus, e os "sacerdotes"(pastores, bispos, apóstolos) modernos transferem esse peso para o povo sob risco de maldição.

Portanto, não seja o tolo da vez, feche a mão para Malaquias 3.10!!!!

Se você acha que estou errado, então releia o contexto de Malaquias 3, ore a Deus buscando entendimento (como fez Daniel), e após, pregue a Verdade que liberta!!!

Deus os abençoe e aos seus ricamente.


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.
.
____________

Um comentário:

Anônimo disse...

nunca vi homen mais burro do que esse,querendo distorcer a palavra de deus para enganar o povo, mas gracas deus que me da´sabedoria para não cair na conversa desse falso pastor.