Adoradores...

Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 22.mai.2017, Amós 3

Certamente o SENHOR JEOVÁ não fará coisa alguma, sem ter revelado o Seu segredo aos Seus servos, os profetas.
[Gênesis 6.13; 18.17; João 15.15; 1Reis 22.19-23; 2Reis 3.17-20]
Bramiu o leão, quem não temerá? Falou o SENHOR JEOVÁ, quem não profetizará?
[Jeremias 20.9; Atos 4.20; Amós 1.2; Jó 32.18-19]

[037230]


janeiro 31, 2011

Afinal, para quem vão os dízimos, para Deus ou homens??!!

.
Certamente, um dos que se diz conhecedor de Palavra de Deus, irá responder que entregues nas “instituições religiosas com nome de igreja”, que são as “denominações”, as “igrejas evangélicas”, a “católica”, ou qualquer outra “instituição religiosa” com a qual, se intitulam ser uma “igreja” que não são obra de Deus, engana-se em afirmar que os dízimos e ofertas serão entregues para Deus, sem nos esquecer que irão aparecer aqueles que dizem que este assunto dos dízimos é repetitivo, mas, o mais interessante é que os dízimos são falados em todos os cultos, até na Ceia do Senhor!!

Em momento nenhum, Deus requer que lhe seja entregue ou devolva daquilo que Ele mesmo nos tem agraciado para o nosso sustento cotidiano, e porventura, os dizimistas tem lido o Livro de Jó, quando disse o Senhor: "Quem primeiro me deu alguma coisa, que eu lhe deva pagar? Tudo o que há debaixo dos céus me pertence"...

Bom. Se tudo que há debaixo do céu pertence a Deus, como haveremos de devolver alguma coisa?? Colocando nas mãos de outros homens?? Pois é, quem assim procede, achando que devolve os dízimos a Deus colocando nas mãos de homens está fazendo papel de tolo...

Mas, se você quer entregar dízimos ou ofertas a Deus, leia e medite na Bíblia, então poderás entender que o amor ao próximo é maior que qualquer quantidade em dinheiro que seja depositado nos cofres de "instituições religiosas com nome de igreja”, que são as “denominações”, as “igrejas evangélicas”, a “católica”, ou qualquer outra “instituição religiosa” com a qual, se intitulam ser uma “igreja” que não são obra de Deus...

... amar ao próximo é ajudá-lo, pois, “nunca deixará de haver pobre na terra; pelo que te ordeno, dizendo: Livremente abrirás a tua mão para o teu irmão, para o teu necessitado, e para o teu pobre na tua terra” [Deuteronômio 15].

Aliás, que tal neste mês, ao invés de colocar seu suado dinheiro em cofres religiosos, você converter tudo em cestas básicas e auxiliar aos pobres e necessitados, ou talvez ajudar aquele que bate a porta de sua casa pedindo alguma ajuda??


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.
.

Nenhum comentário: