Adoradores...

Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 06.ago.2017, João 6

Disse-lhes pois JESUS: Na verdade, na verdade vos digo: Moisés não vos deu o pão do céu;
mas Meu PAI vos dá o verdadeiro pão do céu.
[Êxodo 16.4,8; Salmos 78.23; João 1.9; 6.33,35]
Porque o pão de DEUS é aquELE que desce do céu e dá vida ao mundo.
Porque faz que o Seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos.
[João 6.50; 1João 1.1-2]
Disseram-lhe pois: SENHOR, dá-nos sempre desse pão.[João 4.15; Salmos 4.6]
E JESUS lhes disse: EU SOU o pão da vida; aquele que vem a MIM não terá fome;
e quem crê em MIM nunca terá sede.
[Mateus 11.28; João 5.40; 6.41; Apocalipse 7.16; Isaías 49.10; 55.1-3]

[037730]

fevereiro 23, 2011

Pentecostes: “E eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro Consolador”...

.
Há alguns momentos memoráveis na Bíblia que estão passando por despercebidos em nosso cotidiano;

E um destes momentos, sem dúvida alguma, é o cumprimento da promessa de Joel 2, "E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões", promessa esta cumprida no dia de Pentecostes, conforme nos relata Pedro [Atos 2]. Aleluia!!

Revendo a história bíblica, poderemos entender que Pentecostes era uma das grandes festas de Israel, e acontecia cinquenta dias após a Páscoa, ou seja, Pentecostes dir-se-á quinquagésimo [Deuteronômio 16; Levítico 23].

Eram contados, quarenta e nove dias após o oferecimento movido diante do Senhor, e no quinquagésimo dia, o Pentecostes, eram movidos diante de Deus dois pães; os primeiros feitos da colheita do trigo.

Não se podia preparar, comer, nenhum pão antes de oferecer os primeiros a Deus, mostrando assim, que era aceita a Sua soberania.

E quanto ao dia de Pentecostes relatado em Atos??

Jesus antes de ser flagelado, antes de Seu sofrimento, em um momento de amor para com Seus discípulos [João 15; 16] faz um relato maravilhoso da promessa, vinda e da necessidade veemente do Espírito Santo, pois que, " convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo. Do pecado, porque não crêem em mim; da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais; e do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado" [João 16];

Portanto, cinquenta dias após a ressurreição de Cristo (lembremos da festa do Pentecostes), sendo "Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós", cumpriu-se, Jesus derramou o Espírito Santo sobre todos no dia de Pentecostes, veio de repente do céu um som como de um vento, e todos os cento e vinte discípulos esperaram com paciência no mesmo lugar para o qual Jesus havia determinado, foram cheios do Espírito Santo;

O Pentecostes foi a evidência da glorificação de Cristo; a descida do Espírito de maneira sobrenatural, constata a chegada de Jesus a mão direita de Deus, e que sem dúvida alguma, traz o testemunho da aceitação do sacrifício vicário de Cristo ["E por isso é Mediador de um novo testamento, para que, intervindo a morte para remissão das transgressões que havia debaixo do primeiro testamento, os chamados recebam a promessa da herança eterna" - Hebreus 9]. Aleluia!!

Somos identificados por Deus através do Espírito Santo que habita em nós.


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.

.

Nenhum comentário: