Adoradores...

fevereiro 12, 2011

Teoria da Predestinação

.
A Bíblia nos ensina que existem dois caminhos, um que conduz a salvação e outro que leva a perdição, qual dos dois há de se preferir???

O ensinamento bíblico faz com que decidamos por eles, não é imposição de Deus que uns herdam a vida eterna e outros queimem no fogo eterno, portanto, não há controvérsia, a Palavra de Deus é bem clara e objetiva, assim, também, "não é vontade de vosso Pai, que está nos céus, que um destes pequeninos se perca" [Mateus 18]...

Há uma discussão em torno da salvação, uns defendem que Deus já pré determinou os que serão salvos, outros, entendem que Deus deu ao homem o livre arbítrio;

Os que defendem a "predestinação", geralmente baseiam-se em Romanos 8, "E aos que predestinou a estes também chamou; e aos que chamou a estes também justificou; e aos que justificou a estes também glorificou";

Entretanto, é interessante entender que este versículo de Romanos, possui "ponto e vírgula" entre aqueles pelos quais faz menção o contexto bíblico, mesmo por que, Israel é a nação que Deus escolheu, estes sim, são os “predestinados”, e conforme João 1, poderemos entender que Jesus veio ao mundo, se fez carne, a Israel ["Veio para o que era seu, e os seus não o receberam." – João 1];

Ou iremos negar que Israel é o povo de Deus??

Romanos 11.1 "Digo, pois: Porventura rejeitou Deus o seu povo?"

Por que Israel é a nação eleita, predestinada a salvação, e assim confirma o vs. 26, "E assim todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o Libertador, E desviará de Jacó as impiedades."

Ora, nós somos gentios, e portanto, fomos enxertados [vs. 17 – "E se alguns dos ramos foram quebrados, e tu, sendo zambujeiro, foste enxertado em lugar deles, e feito participante da raiz e da seiva da oliveira'] para que, crendo em Jesus Cristo, tenhamos a salvação, e foi para isto que o apóstolo Paulo foi chamado, "Disse-lhe, porém, o Senhor: Vai, porque este é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome diante dos gentios, e dos reis e dos filhos de Israel", nota-se que as palavras divinas são para levar o nome de Jesus “diante os gentios” e não a uma possível lista daqueles que serão salvos!!

Diante o exposto, questiona:


Se há os “gentios predestinados” a “salvação” independente da vontade do homem (livre arbítrio)...

... porque as palavras de Jesus são para pregar o evangelho a toda criatura [Mateus 28.19,20 ou Marcos 16.15]??


É crucial iniciarmos qualquer discussão através deste questionamento!!


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.
.

4 comentários:

Estudando as Escrituras disse...

Boa tarde, a Paz do Criador a todos,

quanto ao questionamento de que somos orientados a divulgar as boas novas a todos sem distinção, acredito que o motivo encontra-se em que só o Pai sabe quem são os eleitos, a nossa parte é divulgar, quem recebe são eleitos ou não, o Espírito de Deus trabalha em cada chamado para a salvação.

Por isso é que a Palavra é viva e eficaz, a mensagem da cruz, chega e "toca" a cada pessoa de uma forma, se eleito, haverá uma salvação, uma verdadeira regeneração. Vale lembrar aqui, que muitos que ouvem as boas novas são só convencidos e não convertidos.

Paz irmãos em Cristo, Nosso Salvador e Senhor.

Estudando as Escrituras disse...

Pensando no Povo de Deus, é , inegável dizer que Israel é o povo escolhido por Deus para que: Seu Nome, Sua Soberania, Sua Divindade Única, Seu Poder, Seu Amor, Sua Justiça, entre tantos outros atributos divinos, e Sua Glória, fossem manifestadas ao restante dos povos através de Israel.

Já afirmar que Jesus veio unicamente para Israel, eu lendo João 1
10 E estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu.
11 Veio para o que era seu, e os seus não o receberam.
12 Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; aos que crêem em seu nome;
13 Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de Deus.

Já em Romanos 9 temos:
6 Não que a Palavra de Deus haja faltado, porque nem todos os que são de Israel são israelitas;
7 Nem por serem descendência de Abraão são todos filhos; mas: Em Isaque será chamada a tua descendência.
8 Isto é: não são filhos da carne que são filhos de Deus, mas os filhos da promessa são contados como descendência.
....
22 E que direis de Deus, querendo mostrar a sua ira, e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para perdição;
23 Para que também desse a conhecer as riquezas da sua glória nos vasos de misericórdia, que para glória já dantes preparou.
24 Os quais somos nós, a quem também chamou, não só dentre os judeus, mas também dentre os gentios?
25 Como também diz Oséias: Chamarei meu povo ao que não era meu povo; e amada à que não era amada.
26 E sucederá que no lugar em que lhes foi dito: Vós não sois meu povo, aí serão chamados filhos do Deus vivo.
....
Irmãos vamos pensar, refletir nas sábias Palavras da Bíblia, para crescermos na fé em Nosso Salvador Jesus Cristo e conversar, aprender juntos, agradeço a todos.

Maranata.

J.C. de Araújo Jorge disse...

Prezado irmão James.
Parece que encontrei alguém mais polêmico do que eu, mas deixemos a concorrências de lado e passemos ao comentário de quem realmente é povo escolhido.
Penso, haver da parte de Deus uma escolha sempre pelo povo que obedece aos seus mandamentos.Por exemplo: Adão foi escolhido e logo em seguida rejeitado, por causa da desobediência. Nóe, da descendência de Sete foi escolhido e os descendentes de Caim, rejeitados. Abraão, Isaque e Jacó
foram escolhidos, mas a maioria de sua descendência não aceitaram o Messias. Nós os gentios quando aceitamos a Cristo, passamos a ser Povo Escolhido, porque Deus não faz acepção de pessoas, como pensam os presunçosos judeus, seja israelita ou não.
Como está escrito:(Rm 9.27)
"Mas, relativamente a Israel dele clama Isaías: Ainda que o número dos filhos de Israel seja como a areia do mar, o remanescente é que será salvo."
Ou seja, está claro que somente o remanescente dos filhos de Israel que clamarem por socorro com arrependimento, no período da grande tribulação será salvo.
Com excessão dos judeus que reconhecerem (aceitar) a Jesus como Senhor e Salvador, nos dias que antecede o arrebatamento da Igreja.

Aceito réplica do meu comentário. E quem sabe, poderá haver tréplica.

Convido a visitar meu blog, com direito a comentários...

http://discipulodecristo7.blogspot.com/

Um abraço do Discípulo de Cristo.

***Shalom***

Anônimo disse...

Falando A Verdade: Deus Escolhe As Pessoas Pela Qualidade E Não Pela Quantidade.