Adoradores...

Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 14.abr.2017, Jeremias 18

Então veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
Não poderei EU fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o SENHOR. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na Minha mão, ó casa de Israel.
[Isaías 64.8; 45.9; Mateus 20.15; Jeremias 18.4; Daniel 4.23]
No momento em que falar contra uma nação, e contra um reino para arrancar, e para derrubar, e para destruir,
[Jeremias 1.10; 12.14-17; 25.9-14; 45.4; Amós 9.8]
se a tal nação, porém, contra a qual falar se converter da sua maldade, também EU ME arrependerei do mal que pensava fazer-lhe.
[Jeremias 26.3,13; Ezequiel 18.21; Juízes 2.18]

[036789]

abril 11, 2011

Diante algumas sutilezas para que calemos...

.
A abundância de despreparo em relação a Palavra de Deus, é uma das coisas que mais encontramos com os que querem se justificar diante de Deus; alguns querem que nos calemos diante as muitas discrepâncias ao ensinamento bíblico, em especial quanto as denominações...

Quando falamos da liturgia das instituições religiosas que chamam de igreja; que refutamos pelo respaldo bíblico os ensinamentos denominacionais, alguns querem dizer que estamos julgando, mas, a Palavra de Deus nos dá direito a isto [João 7].

Mesmo porque, o Senhor Deus nos requer, os que têm entendimento da Palavra de Deus que não calemos, mas, que denunciemos os erros, as falsidades, os enganos, seja de quem for, de instituição religiosa, pastor de renome, pastores, denominações, não importa, importa que falemos e denunciemos:

Clama em alta voz, não te detenhas, levanta a tua voz como a trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão, e à casa de Jacó os seus pecados” [Isaías 58]. Nota-se que Deus ordena levantar a voz e não calar somente porque alguns que se dizem entendidos querem!!

Muitos têm procurado ao Senhor Deus a cada dia, tomam prazer em saber dos Seus caminhos, como um povo que pratica justiça, e não deixam o direito do seu Deus; perguntam-Lhe pelos direitos da justiça, e têm prazer em se chegarem a Deus, dizendo:

Por que jejuamos nós, e Deus não atenta para isso?
Por que afligimos as nossas almas, e Deus não o sabe?

Eis que no dia em que jejuam acham o próprio contentamento, e requerem todo o seu trabalho, em especial em um tal de jejum de Daniel, que alguns ditos entendidos afirmam de um jejum comendo somente verduras e bebendo água (Deus meu!! Quanto engano neste ensino);

Daniel não jejuou comendo somente verduras e bebendo água, a realidade bíblica nos ensina que o jovem Daniel não queria se contaminar com os manjares do rei (Nabucodonosor) e por isso requereu permissão ao despenseiro que somente lhe dessem legumes e água [Daniel 1].

Assim, para contendas e debates jejuam, e para ferirem com punho iníquo;

Seria este o jejum que Deus escolheu, que o homem um dia aflija a sua alma, que incline a sua cabeça como o junco, e estenda debaixo de si saco e cinza? Chamam a isto jejum e dia aprazível ao SENHOR?

Porventura não é este o jejum que o Senhor Deus escolheu:

- que soltes as ligaduras da impiedade, que desfaças as ataduras do jugo e que deixes livres os oprimidos, e despedaces todo o jugo?

Porventura não é também que repartas o teu pão com o faminto, e recolhas em casa os pobres abandonados; e, quando vires o nu, o cubras, e não te escondas da tua carne?

Se assim procederes, sem hipocrisia e falsa religiosidade, então romperá a tua luz como a alva, e a tua cura apressadamente brotará, e a tua justiça irá adiante de ti, e a glória do SENHOR será a tua retaguarda.

Então clamarás, e o SENHOR te responderá; gritarás, e Ele dirá: Eis-me aqui. Se tirares do meio de ti o jugo, o estender do dedo, e o falar iniqüamente; e se abrir a tua alma ao faminto, e fartar a alma aflita; então a tua luz nascerá nas trevas, e a tua escuridão será como o meio-dia.

E o SENHOR te guiará continuamente, e fartará a tua alma em lugares áridos, e fortificará os teus ossos; e serás como um jardim regado, e como um manancial, cujas águas nunca faltam.

Se desviar o teu pé da servidão do jugo de homens, de fazer a tua vontade em lugar do Senhor Deus, e chamar o seu desejo de sábado deleitoso, e o santo dia do SENHOR, digno de honra, e O honrares não seguindo os teus caminhos nem o de homens, nem pretendendo fazer a tua própria vontade, nem falares as tuas próprias palavras, então te deleitarás no SENHOR, e te fará cavalgar sobre as alturas da terra, e te sustentará com a Sua herança; porque a boca do SENHOR o disse.

Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.
.

Nenhum comentário: