Adoradores...

Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 10.jul.2017, Mateus 5

EU, porém vos digo: Amai a vossos inimigos, bem-dizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; [Lucas 23.34; 6.27-28; Atos 7.60; Romanos 12.14; 1Pedro 3.9; Salmos 7.4]
Para que sejais filhos do vosso PAI que está nos céus; porque faz que o Seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos. [Lucas 6.35; Atos 14.17; Mateus 5.9; Jó 25.3; Salmos 145.9]
Pois, se amardes os que vos amam, que galardão havereis? Não fazem os publicanos também o mesmo? [Lucas 6.32-35; Mateus 6.1; 9.10-11; 11.19; 18.17]
E, se saudares unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim? [Mateus 5.20; Lucas 6.32; 10.4-5; 1Pedro 2.20]
Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso PAI que está nos céus. [Levítico 19.2; Colossenses 1.28; Gênesis 17.1; Deuteronômio 18.13; Lucas 6.36]

[037478]

abril 02, 2011

O que dizer aos que questionam nossa fé em Cristo para sairmos da ‘instituição com nome de igreja’ ??!!

.
Qual é aquele que vos fará mal, se fordes zelosos do bem?

Mas também, “se padecerdes por amor da justiça, sois bem-aventurados. E não temais com medo deles, nem vos turbeis; antes, santificai ao Senhor Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós, tendo uma boa consciência, para que, naquilo em que falam mal de vós, como de malfeitores, fiquem confundidos os que blasfemam do vosso bom porte em Cristo.
Porque melhor é que padeçais fazendo bem (se a vontade de Deus assim o quer), do que fazendo mal
” [1Pedro 3];

E outra vez,

A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibais como vos convém responder a cada um” [Colossenses 4].

Por várias vezes, sou questionado do porque em afirmar que sou desigrejado, e assim sempre expresso, e o sou graças a Deus...

... sou pela graça de Deus, livre das “instituições religiosas com nome de igreja” (ou de seus templos), mas, busco ser fiel a Deus e a Sua bendita Palavra, sempre no Caminho que nos conduz a salvação, nosso Senhor Jesus Cristo, e pela unção [1João 2.27] do Espírito Santo perseverando em pertencer a “Igreja de Cristo” que não tem paredes, que é sem imposições humanas, firmada na Lei de Deus e não na lei dos homens (Código Civil para associações religiosas). Aleluia!!

(Bem sei que existem algumas “instituições religiosas” voltadas na simplicidade do evangelho, aliás, quando digo a Igreja de Cristo não estou falando da “igreja de Cristo no Brasil fundada em Mossoró).

Portanto, o fato de ser desigrejado, ou por outra maneira de expressar, o de não frequentar uma denominação, refere-se ao fato de que fui contemplado pelas Sagradas Escrituras em entender que ser frequentador de instituições religiosas com nome de igreja não se faz necessário para expor e testemunhar da fé em Cristo Jesus, mesmo porque, o que presenciamos nas instituições religiosas as quais pertencíamos era que nossos atos e liturgia (que não tem respaldo bíblico) eram mais de católicos reformados do que propriamente crentes, havíamos nos tornado evangélicos...

... pois que, este locais, como instituições igrejas, são apenas lugares comuns que reúnem pessoas, como outro qualquer, e quando nos reunimos como a “Igreja” independe do local, pois, a razão de nossas reuniões é estar reunidos em o nome do Senhor Jesus, em número de dois ou três [Mateus 18.20], na praça, na rua, nos lares, nos lugares amplos como nome de igreja ou templo, tanto o faz, João 3.21-24, porém, nossa reunião precisa e somente será em nome do Senhor Jesus para que Ele se faça presente.

A simplicidade do evangelho nos ensina que a Igreja de Cristo não é um prédio, mas, sim, a reunião de todos os que professam o nome do Cordeiro de Deus espalhados sobre a face da terra, reunidos em torno do Senhor Jesus e jamais seremos igreja somente porque se está dentro de um lugar específico que tem um nome sugestivo religioso!!

Quando nossas atitudes são como os de Beréia [Atos 17], somos constrangidos a entender que o apóstolo Paulo só se referia a igreja de formas diferentes das quais estamos acostumados a presenciar no cenário religioso...

... ou seja, escrevia ele, a igreja que estava nas casas dos irmãos e a igreja que estava em certa cidade, e, em momento nenhum Paulo fez referência a qualquer placa, denominação ou templo religioso, mesmo porque, exaustivamente já referenciamos tais práticas (a igreja institucionalizada) como inventadas e aceitas por homens e mulheres;

Em verdade, numa artimanha maligna, os homens forjaram as construções de templos, através de Constantino, 285-337 dC; foi ele quem iniciou a construção dos edifícios eclesiásticos, dando início ao cristianismo adotado pela igreja católica, igrejas evangélicas e tantos outros segmentos religiosos, ou melhor, o sistema religioso como um todo!!

É interessante ainda que, tenhamos em mente a plena consciência que o importante em nossas vidas é ter Jesus Cristo e não ter uma instituição igreja para frequentar, porque quem cura e salva os DOENTES (PECADORES) é Jesus Cristo e não as instituições religiosas que chamam de igreja...

Por fim, saímos da igreja instituição (templos de tijolos), mas, não deixamos de fazer parte da Igreja de Cristo, imaculada, pura, santa, orgânica, que não é subjugada pelos caprichos de homens, a qual Jesus testifica, “sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela” [Mateus 16]...


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.
.
____________

Nenhum comentário: